Momento ponto de interrogação

15 07 2008

Se você procura algum sentido, se você lê meu blog em busca do que eu penso ou coisa assim , se você quer se sentir conforto do dia de hoje, não vai encontrar nada disso nesse post. Eu não vou tentar dar respostas nem nada mais. Hoje eu só tenho perguntas e uma tempestade de idéias, é provável que metade da galera não entenda. Eu mesmo não entendo.

Eu não entendo o porquê das coisas acontecerem. Não entendo o porquê de me sentir tão estranho em determinado dia e fazer coisas que nunca passaram pela minha mente. Não entendo o porquê de mudar o meu comportamento de uma hora pra outra. Não entendo o porquê de mim mesmo ou o porquê do Universo.

Quem é o Universo, Deus ou qualquer que seja a parada que faz as coisas serem como são?

Há quem diga que Deus é apenas um garoto com uma grande lupa e nós seríamos as formigas. Eu adoraria isso porque assim ele seria meu xará! (vide “The Ant Bully” antes de dizer que eu estou falando idiotices).

Há quem diga que prefere não acreditar em Destino porque não pode conceber a idéia de que não importa o que se faça existe algo certo no fim da estrada.

CARA, QUEM DITA AS REGRAS?

Um resumo do meu dia:

Acordei cedo e fiz uma coisa totalmente diferente.

Me empenhei em trabalhar.

Trabalhei até o meio dia, almocei e fui pagar contas (Contas? Pra que contas?).

Voltei ao trabalho e me empenhei mais ainda.

Depois comecei o meu caminho para casa.

Para a minha surpresa eu fui secado altas vezes. Não sei se hoje estou muito largado ou muito bonito. Uma semana sem fazer a barba, calças desbotadas e largas da época que eu vestia 2 números a mais e corria atrás de um ônibus. Por que diabos, bem hoje todas as meninas me olhavam a ponto de me sentir encabulado?

Chegando em casa sentei na frente do computador, olhei todas as xícaras em cima da minha mesa e pensei: What the fuck? Por que estou eu preocupado com tudo isso? Por que estou me sentindo assim?

Ok, algum tempo depois pensei em postar no blog e acabei entretido com outras coisas.

Em uma idéia brilhante acabei por perguntar pra algumas das pessoas que são importantes pra mim e estavam on no momento (e também pra quem eu achava que cabia perguntar uma coisa dessas) o que aconteceria se eu morresse hoje (não, eu não pensei em me matar e nem nada disso, NÃO PENSE NISSO) e acabei vendo que isso é uma coisa idiota (não que eu me preocupasse).

Por fim fui na padaria, comprei dois pacotes de pães: Um com 4 pães custando R$ 1,50 e um com 3 pães custando 1,05. Quando fui pagar o caixa olhou para mim e disse: É R$ 1,50.

Eu parei, pensei por alguns milésimos de segundo e falei estendendo o dinheiro: Não, cara, você está errado. Dá R$ 2,55.

Por um momento eu pensei: O que tá acontecendo?

Bom, cheguei em casa, coloquei um molho maroto no fogo e comecei a escrever isso. Quando eu comecei eu estava totalmente irritado com nada, absolutamente com nada.

Escrever isso não vai me fazer sentir melhor, ler isso provavelmente não vai fazer você se sentir melhor, mas devo dizer que estou extremamente relaxado nesse momento e a ponto de achar esse apenas mais um post idiota perdido na internet.

Não tenho conclusões hoje.

Ps: Achei que tinha perdido o rascunho após terminar e tive um breve momento de fúria. Será que é o Destino me dizendo que não devo publicar? Opa, acho que não, eu não acredito em Destino e dito as minhas próprias regras.


Ações

Information

One response

16 07 2008
Lari

Hãn… é… então, né… complicado, complicado…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: